• Admin

Crianças podem ser afetadas pelo estresse?

Aprenda alguns sinais na mudança de comportamento que podem significar que a criança está sendo afetada pelo estresse:

  • Voltar a fazer xixi na cama;

  • Ficar birrento;

  • Se tornar agressivo;

  • Chorar sem motivo;

  • Ficar mais briguento;

  • Ficar tímido ou amedrontado;

  • Ter pesadelos;

  • Mostrar nervosismo;

  • Podem manifestar dores físicas (como dor no estômago), tontura e distúrbios alimentares.

Mas atenção! Esses comportamentos não podem ser analisados isoladamente. Normalmente são frutos de circunstâncias que geram muito impacto nas crianças, como morte de alguém próximo, briga entre os pais e familiares em casa, rotina atribulada, entre outros.


Mas, o que pode causar estresse em crianças? Veja algumas causas:

  • Morte na família;

  • Brigas constantes entre os pais;

  • Separação dos pais;

  • Mudança de cidade ou escola;

  • Escolas ruins;

  • Professores inadequados;

  • Atividades em excesso;

  • Nascimento de irmãos;

  • Viagens longas;

  • Hospitalização, etc.

Os adultos presentes na vida da criança devem procurar notar os estágios inicias da mudança de comportamento. Normalmente eles estão muito ocupados e começam a notar quando já existe um problema e não apenas um indicador.É importante que os pais estejam ligados aos sinais e aprendam a identificar o estresse, principalmente através do relato da própria criança.Em relação aos recém-nascidos, veja o que pode gerar situações estressantes para eles: permitir que o bebê chore sem consolo, não amamentar o bebê que está com fome, não oferecer conforto quando está angustiado, limitar contato corporal com ele, não dar atenção, estimulação, conversação e brincadeiras, etc.


O estresse pode ser bom?

Não é todo estresse que pode ser considerado prejudicial à saúde, e há níveis toleráveis até que o estresse se torne tóxico.

O nível de estresse se relaciona com a maneira como a situação é enfrentada. A maneira como a situação estressante afeta a criança não depende apenas dela, mas também de como as relações de suporte, como os pais, a ajudam a enfrentar tal questão.

O estresse positivo é aquele que motiva e estimula a criança a enfrentar a situação.

O estresse que intimida e ameaça a criança é conhecido como distresse. E ele a faz reagir de maneira negativa ao problema.

Ao observar sinais sugestivos de estresse que esteja levando seu filho a um mau comportamento em casa ou na escola, por exemplo, procure seu médico. Ele pode indicar o melhor tratamento, inclusive homeopático.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo