• Admin

Meu filho caiu e bateu a cabeça. O que fazer nessa situação?

Quando a criança cai ou bate a cabeça, os pais ficam na dúvida se é preciso levar para o pronto-socorro, ligar para o pediatra ou só deixar em observação. O traumatismo craniano ou traumatismo cranioencefálico (TCE), é o nome técnico dado para quando a criança cai e bate a cabeça. Ele pode ser leve, moderado ou grave. 

Quando uma criança cai e bate a cabeça, normalmente ela fica com um hematoma que costuma passar em 2 semanas. Apesar de serem frequentes em crianças, os traumatismos cranianos não costumam causar nenhuma complicação. Claro que alguns casos podem ser graves. 


Mas como saber se é uma situação em que é necessário procurar um médico? 

Existem alguns fatores que aumentam as chances de haver uma lesão cerebral e que exigem uma observação médica urgente. Atenção para os seguintes casos:

  • Queda de mais de 1 metro de altura em crianças menores de 2 anos; e queda de mais de 1,5 metro de altura em crianças maiores de 2 anos;

  • Perda de consciência (desmaio) ou sonolência excessiva;

  • Convulsões: podem ocorrer imediatamente após o traumatismo ou alguns dias depois;

  • Perda de memória: sua presença nem sempre indica maior gravidade;

  • Vômitos: pode ocorrer mesmo na ausência de lesão cerebral;

  • Dor de cabeça: é considerada um sinal de alerta se ela for se agravando progressivamente;

  • Fratura craniana (confirmada por radiografia ou tomografia). Quando há afundamento ósseo ou hematoma mole pode haver suspeita de fratura craniana;

  • Alterações neurológicas: alterações na força de um membro, alterações na fala, desequilíbrio, pupilas com tamanhos assimétricos podem indicar lesão cerebral.

Nesses casos e nos descritos abaixo, deverão procurar atendimento médico:

  • A criança machucou e tem alguma ferida aberta, sangrando.

  • Se a criança chora muito.

  • Se ela não se mexe.

Alguns exemplos de quedas e traumatismos mais importantes são: quedas do muro, de beliche, queda de objeto pesado sobre a cabeça. Nestes casos é fundamental a avaliação de um médico.


médico examinando criança

O que os pais podem fazer:


Primeiros socorros:

Quando há acidentes em que a criança cai e bate a cabeça, deve-se:

  • Tentar acalmar a criança.

  • Observar sinais de inchaço, vermelhidão, hematoma ou deformidade.

  • Aplicar gelo ou compressa fria em caso de hematoma ou vermelhidão por cerca de 20 minutos. Isso alivia a dor e é um ótimo anti-inflamatório. 

  • Faça uma avaliação e procure sinais de alerta: se houver alguns dos sinais de alerta listados acima, procure com urgência um médico.


Atenção:

  • Não há necessidade de impedir que uma criança adormeça após um traumatismo craniano. Mas lembre-se que sonolência excessiva é um sinal de alerta.

  • Estimular ou abanar excessivamente: isso é desaconselhável pois pode haver lesão da coluna cervical e a estimulação pode agravar o quadro.

  • Dar comida ou bebida imediatamente após o traumatismo: os vômitos são frequentes nessa situação, por isso é importante aguardar um pouco para ver a evolução do quadro.

Pais, mantenham a calma para poder prestar o socorro que seu filho necessita.

Na dúvida, consulte seu pediatra.


(Texto adaptado da internet)

0 comentário