• Admin

Você já ouviu falar na Síndrome da Creche? Descubra como ela pode afetar seu filho.

Chegou a hora do seu filho ir para a creche, mas ele está pegando infecções frequentemente? Pode ser a síndrome da creche!

Este é um termo usado para crianças de até 3 anos de idade que manifestam infecções de repetição das vias aéreas ou, em menor frequência, do trato gastrointestinal. 

Crianças que frequentam creches costumam ter de seis a oito episódios de infecções por ano. Isso não quer dizer que a imunidade da criança está baixa. Nos primeiros anos de vida, o sistema imunológico está em fase de amadurecimento, o que pode deixar as crianças vulneráveis a infecções. O contágio dos vírus acontece pelo contato, e nessas idades as crianças estão mais próximas, trocam brinquedos e os levam à boca o tempo todo, mesmo que as creches tentem individualizá-los. 

Quando a criança começa a ir para a creche, ela acaba entrando em contato com uma diversidade de agentes infecciosos e, com isso, acaba adoecendo mais frequentemente. Esta é a síndrome da creche. Muito comum nos primeiros anos de escola, a criança fica doente com frequência e seguidamente.

Algumas doenças comuns são: gripe, gastroenterite, otite, bronquiolite, e outras doenças que causam febre, dor no corpo, perda de apetite, diarreia, tosse e coriza. 



Prevenindo a Síndrome da Creche

Uma das atitudes que ajuda na prevenção da síndrome da creche é limpar os brinquedos. Também é importante ensinar as crianças sobre a higiene pessoal, principalmente lavar as mãos corretamente. Quando doente, a criança não deve frequentar a creche, para permitir que ela descanse e não transmita a doença para os outros.

Veja outras dicas:

  • Caso a criança esteja apresentando sintomas, ainda que leves, a recomendação é não a levar à creche para evitar a propagação;

  • Lavar bem as mãos;

  • Não compartilhar utensílios dos bebês; 

  • Não beijar a boca do bebê;

  • Aumentar o consumo de frutas e legumes e a ingestão de água:

  • Manter o calendário vacinal atualizado, exposição ao sol e ter alimentação equilibrada. 



Se as infecções se complicarem, é preciso investigar qual é sua causa real. Com o passar do tempo, a imunidade das crianças aumenta cada vez mais e elas adoecem cada vez menos. Procure seu pediatra para amenizar os sintomas da Síndrome da creche. Para prevenir esta síndrome, o ideal é a integração entre os pais, a escola e o pediatra. Ligue agora mesmo e marque sua consulta.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo