• Admin

Qual é o melhor repelente para as crianças? Confira algumas dicas!

Fim do verão, início das chuvas. A união de altas temperaturas com um período chuvoso cria o ambiente ideal para a proliferação de mosquitos. Esses insetos podem transmitir diversas doenças, entre elas a dengue e a febre amarela. Além disso, muitas pessoas são alérgicas as picadas. 

Para evitar as incômodas picadas é importante usar repelentes de qualidade. O cuidado deve ser redobrado no caso de bebês e crianças. 

mosquito Aedes Aegypti

Mas, qual é o melhor repelente para os pequenos?

De acordo com a Anvisa (órgão que regulamenta o produto no Brasil), os repelentes devem ser usados conforme a recomendação do fabricante, levando em consideração a idade e o intervalo entre as aplicações. No Brasil os repelentes podem ser usados por crianças a partir dos 6 meses. 


Veja algumas substâncias usadas nos repelentes:

  • DEET: A Anvisa recomenda o uso a partir dos 2 anos de idade, com concentração até 10%, não reaplicar mais que 3 vezes ao dia, devido a sua possível toxicidade. Quanto maior a concentração da substância, maior o tempo de proteção. A maioria das marcas no Brasil apresenta concentração entre 6 a 9%, conferindo proteção de cerca de 2 horas. É seguro para gestantes e crianças. Disponível nas marcas: Repelex, Autan e OFF.

  • Icaridina: derivado da pimenta, é seguro e indicado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para viajantes. Oferece proteção contra o Aedes aegypti. No Brasil sua concentração fica entre 20 e 25%. A concentração de 20% é liberada para crianças a partir de 6 meses (gel ou loção). Seu período de proteção média é de 8 a 10 horas, podendo ser reaplicado até 3 vezes ao dia. É seguro para gestantes e crianças. Disponível nas marcas: Exposis®, Baruel, SPB Advanced e Sunlau. 

  • IR3535: Em concentração de 20% é eficaz contra Anopheles e Aedes aegypti. Nos repelentes brasileiros não são informados as concentrações. Possui eficácia de até 3 horas. É seguro para gestantes e crianças. Disponível nas marcas: Johnson Loção Antimosquito e Repelente infantil Huggies Turma da Mônica.

  • Repelentes naturais: repelentes orgânicos a base de citronela, óleo de soja, andiroba possuem baixa eficácia e podem ser usados em crianças.

Bebês até 6 meses

Para bebês até essa idade, podem ser usados repelentes de barreira (roupas e telas) e protetores de tomadas. Além disso, pode-se aplicar permetrina 0,5% em spray na roupa do bebê antes de vesti-lo (nunca diretamente sobre a pele). Existem formulações naturais e homeopáticas excelentes para essa faixa etária. 


mulher aplicando repelente

Cuidados importantes

  • Nunca aplique repelente na mão da criança para que ela mesma espalhe pelo corpo. Elas podem esfregar os olhos ou colocar a mão na boca.

  • Aplicar a quantidade e respeitar o intervalo recomendado pelo fabricante.  

  • Não aplicar próximo da boca, nariz, olhos ou sobre machucados na pele.

  • Repelentes com hidratantes ou com protetores solares devem ser evitados. Essas associações não são recomendadas em crianças. O ideal é aplicar o protetor solar primeiro e após 20 a 40 minutos, aplicar o repelente.

  • Em crianças, prefira a apresentação em loção cremosa. É mais segura do que a apresentação em spray.

Lembre-se de sempre proteger as crianças das picadas dos mosquitos. Se tiver alguma dúvida, entre em contato com seu pediatra.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo